Análise Óptica da Luz

Ao contrário da análise gravimétrica, que só fornece informações sobre a carga total das partículas extraídas do componente, as informações mais detalhadas podem ser obtidas por meio de análise óptica da luz. Com este método, as partículas podem ser medidas, classificadas e também caracterizadas.

Dependendo dos requisitos, podem ser utilizados diferentes tipo de microscópios ou scanners de mesa para a análise óptica da luz.

Com a análise óptica da luz, o filtro de análise que contém as partículas extraídas do corpo de prova é iluminado nos campos de imagem, utilizando uma fonte de luz adequada e reproduzido por uma lente de aumento, geralmente sob a forma de pixels no sensor da câmera. O chamado processamento da imagem é utilizado para detectar as partículas e determinar as características de tamanho.

A Enge Solutions realiza a análise óptica da luz padrão de acordo com os requisitos técnicos da norma VDA 19.1:2015 e ISO 16232:2018 e está em conformidade com seus requisitos gerais, sendo estes:

  • O sistema da análise óptica da luz atende aos respectivos requisitos (materiais e equipamentos);
  • A especificação de limpeza considera apenas partículas 5µm (com exceção de especificações de limpeza que necessitam analisar partículas menores que 5µm, sendo está válida de acordo com a norma VDA 19.1:2015)
  • O filtro de análise é bem preparado com as partículas sendo distribuídas de forma uniforme e a ocupação da partícula não é muito elevada (filtragem);
  • A tarefa é realizada por funcionários qualificados e especialmente treinados.

Independentemente do sistema óptica da luz utilizado (microscópio de material, microscópio estéreo, microscópio de zoom ou sistema de scanner com iluminação adequada) e, portanto, independentemente da forma como a imagem é gerada, a ideia básica não é determinar quaisquer convenções até que sejam determinadas as configurações de imagem e os processos de análise. As convenções visam permitir uma análise padronizada e, assim, melhorar a comparabilidade dos resultados da análise.

O processo funciona de forma automática, os equipamentos são fabricados na Alemanha e Holanda, o que gera uma qualidade e confiabilidade ao processo sem igual.

Equipamentos óptico da luz que a Enge Solutions utiliza:

HFD4
Phenom-XL-G2-v2

SEM-MEV-EDS

Análise de Composição Química

Phenom XL G2

Jomesa

Stereo Microscópio para contagem automática de partículas com identificação de partículas metais e não metais da Jomesa GmbH - HFD4

Stereo Microscópio para contagem automática de partículas com identificação de partículas metais e não metais da Jomesa GmbH - HFD3